10 tendências para 2018 na Qualidade e Testes de Software

1- O número de ferramentas Open Source vai aumentar

Este tipo de ferramentas vai dominar o cenário da indústria nos próximos anos, uma vez que é a principal escolha das empresas para melhorar a performance em termos de Agile, DevOps e Test Automation. Como resultado, os grupos que suportam as ferramentas open source vão estar cada vez mais activos e envolvidos.

2- A exigência de Qualidade e Rapidez vai aumentar

Produtos de alta qualidade entregues da forma mais rápida possível vão ser uma necessidade comum. As empresas serão obrigadas a aumentar os padrões de qualidade dos seus produtos de maneira a entregar a melhor experiência ao utilizador no menor período de tempo possível. Inevitavelmente, a solução passará também por uma maior automação. Os scripts de alta qualidade estão em expansão e sem sinal de abrandamento.

3- A procura de Engenheiros de Desenvolvimento de Software na indústria vai aumentar

O papel do engenheiro de software na indústria de Testes sempre foi diferente do tester tradicional. Com a evolução da automação, cada vez mais testers terão de assumir esse papel, e vice-versa.

4- Agile DevOps vão dominar

Os developers de automação de testes vão migrar para ambientes agile, se não o fizeram ainda. Há ainda uma inclinação para os testes tradicionais evoluírem para um modelo de Engenharia de Qualidade. Espera-se que a área de testes seja cada vez mais integrada na área de desenvolvimento nos próximos anos. Da mesma forma, o próprio desenvolvimento de software está cada vez mais de acordo com os princípios de testing. 

5- Aumento da importância do Big Data Testing

Com um volume de dados cada vez maior a todos os níveis do negócio, tem de existir uma estratégia de big data testing. Esta área requer uma série de ferramentas analíticas, técnicas e frameworks que estarão em expansão nos próximos anos.

6- Os Testes de Performance vão abrir caminho à Engenharia de Performance

O sucesso de diferentes plataformas, sistemas operativos e dispositivos depende da qualidade da experiência que oferecem ao utilizador . As táticas das empresas estão a mudar de maneira a oferecerem a melhor experiência possível aos seus clientes. Neste sentido, o foco está a passar para uma óptica de Engenharia de Performance.

7 – Os testes à Internet of Things vão aumentar

Com a IOT em crescendo e com cada vez mais falhas de segurança identificadas, esta é uma área com um mundo de oportunidades à espreita.

8 – Os testes digitais vão explodir

A grande maioria das organizações já iniciou a sua transformação digital. O foco de hoje está na entrega de produtos ao mercado com a maior brevidade possível, dando especial atenção ao controlo de qualidade e testes. Desta forma, a estratégia digital destas organizações tem de envolver uma optimização de testes funcionais em todos os canais.

9 – A Engenharia de Qualidade vai liderar com o DevOps

A metodologia DevOps recomenda uma aliança entre o negócio, o desenvolvimento e a generalidade dos profissionais de TI. Com a DevOps, a área de testes assume nova importância, uma vez que os developers passam a participar no processo desde o início. A eficiência desta ligação é uma tendência que se verifica nas empresas que entregam produtos com maior qualidade, da forma mais rápida e económica.

10 – Os orçamentos para testes de software vão aumentar

Com todas as tendências já apontadas, o resultado mais óbvio é este. O papel da área de testes e qualidade deixou de ser apenas um processo, são agora um dos principais focos subjacentes à entrega de um produto.

Fonte do artigo: Carl Aston; Gear Inc.

Joana Cidades

Brand and Marketing Manager

Yeah!

Your message was successful sent.

OK

Hey

We use cookies to offer you a better browsing experience, analyse site traffic, presonalize content, and serve targeted ads. Read how we use cookies and how you can control them in our “Cookie Settings”.
By using our site, you consent to our use of cookies.

> Cookie Settings

√ Accept Cookies