DevOps: Uma profissão que veio para ficar

Historicamente, já assistimos a várias pequenas ondas de inovação que abalaram a indústria das TI. Tipicamente, estas ondas focam-se na Infraestrutura; Arquitetura Aplicacional ou nos Processos/Métodos. O que começamos a assistir agora, e que é radicalmente diferente, é ao aparecimento de uma onda que engloba todas estas áreas ao mesmo tempo. É este o verdadeiro motivo pelos quais os chavões “Transformação Digital” e “Disrupção Digital nas Empresas” estão na ordem do dia.

O que é, afinal, DevOps? 

DevOps é um acrónimo de Development and Operations e dá nome a uma cultura de trabalho em TI que promove uma estreita colaboração entre os profissionais destas duas áreas para conseguir uma entrega de valor ao negócio muito mais rápida e constante, baseada nos princípios de Continuous Delivery e Continuous Integration.

Tradicionalmente, a área de Desenvolvimento e a de Exploração e Operações têm tido objetivos diferentes, o que derivava numa ineficiente entrega de valor ao negócio como departamento TIC.

Aparecendo em 2008 e rapidamente adotado por empresas tecnológicas de primeiro nível, a aplicação de DevOps tem demonstrado reduções de até 50 vezes nos tempos de entrega de software, assim como implementações 30 vezes mais frequentes e uma taxa de êxito na gestão da mudança 60 vezes maior do que numa organização tradicional. Organizações como a Netflix, Spotify e Facebook estão a revolucionar o mundo das TI ao implementar, com sucesso, princípios de DevOps.

Resumindo, DevOps é um salto de rutura na organização tradicional de um departamento de TI e requer um foco especial sobre as pessoas/utilizadores, porque os seus princípios vêm do Scrum e do Lean IT®.

Formação DevOps em Portugal 

A formação para a área de DevOps em Portugal está ainda a dar os primeiros passos. Ser um profissional certificado em DevOps é dizer claramente ao mercado “eu quero estar na frente”.

A Olisipo lançou em 2017 o curso DevOps Fundamentals, um exclusivo em Portugal potenciado através de uma parceria com a DASA (DevOps Agile Skills Association). Esta associação americana é a maior comunidade aberta de DevOps do mundo e é responsável por desenhar os melhores percursos formativos do mercado para a área.

Esta formação da Olisipo é o ponto de partida para um profissional ou uma organização iniciarem a sua jornada DevOps. A melhoria dos fluxos de trabalho e implementações mais rápidas, começam com uma compreensão dos conceitos básicos de DevOps por qualquer pessoa envolvida numa equipa de Agile e / ou DevOps. Independente do fabricante, gera interesse e sensibiliza para a necessidade de conhecimentos e desenvolvimento de competências nesta área, promovendo uma Certificação open source e garantindo a qualidade da formação para o mercado através de um programa de qualificação lógico.

Conheça o programa DevOps Fundamentals – DASA (DevOps Agile Skills Association). 

O Modelo DevOps veio para ficar 

Os especialistas estão convencidos que o DevOps se vai tornar no modelo para todo o desenvolvimento IT muito em breve. Não só já existem provas dadas disso mesmo, como a metodologia DevOps também se irá alargar a outras indústrias, como forma de desenhar e desenvolver novos produtos e serviços. Estes são os principais motivos:

– O desenvolvimento de produtos é focado no utilizador

Quantas vezes nos perguntamos “mas quem é que programou este software?” ou afirmamos “niguém vai usar este software/funcionalidade…”. Pois é, o DevOps envolve os utilizadores finais nas decisões desde o primeiro momento, definido o produto no seu core.

– Já não podemos esperar que os programadores saibam de tudo e resolvam tudo

Há um problema intrínseco ao desenvolvimento de software: só pode ser feito por programadores. No entanto, muitas vezes os programadores não são o utilizador final, nem podem dominar a área onde o software irá ser aplicado. A mesma coisa se aplica em projetos IT multidisciplinares e o DevOps veio resolver este problema, poupando muitas horas e dores de cabeça aos programadores e às organizações. 

– Aumenta os níveis de sucesso para a organização

Por todas as razões anteriormente apontadas, o DevOps resulta em projetos que passam a funcionar melhor do que nunca. Existem muitas estórias catastróficas de soluções que nunca foram adotadas ou foram um fracasso, provocando prejuízos às empresas. DevOps não é apenas uma nova forma de trabalhar, é uma evolução numa indústria que percebeu que muitos dos erros cometidos no passado se deveram à falta de proximidade entre os profissionais e os utilizadores finais e quanto mais depressa os aproximarmos, melhor para todos nós.

Avatar

João Paiva

Head of Marketing & Communications

Yeah!

Your message was successful sent.

OK

Hey

We use cookies to offer you a better browsing experience, analyse site traffic, presonalize content, and serve targeted ads. Read how we use cookies and how you can control them in our “Cookie Settings”.
By using our site, you consent to our use of cookies.

> Cookie Settings

√ Accept Cookies